For all stars - Capítulo 2

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014 | | |



Narrador POV

Bem, as coisas haviam se tranquilizado após esses meses. Tudo estava mais "acomodado". Kristy detestava lembrar de seu pai, ou até mesmo de sua antiga vida, pois sempre acabara chorando, ou extremamente triste. Ela agora, morava no apartamento de Zayn, e ainda estava se acostumando aos poucos com as coisas por lá. Bem, não pode-se dizer que ela já esqueceu totalmente seu pai, mas com a ajuda de Zayn e de seus quatro amigos retardad... quero dizer, agitados, ela provavelmente irá se adaptar com sua vida nova. 


Kristy POV

E pela terceira vez essa noite acordei depois de mais um pesadelo com meu pai, peguei minha almofada e caminhei até o quarto de Zayn, parando na frente de sua cama. Minhas mãos suavam e parecia que eu estava hipnotizada ao ver Zayn dormindo tranquilamente. Ele se mexia um pouco na cama e em seguida abre os olhos, me encarando confuso. Mas já sabendo ele o motivo de eu estar em seu quarto - em plena madrugada quando uma pessoa normal estaria dormindo - estende sua mão, e eu aceito sem pensar duas vezes. Pois se tem alguém que faz com que os pesadelos parem de me atormentar esse alguém é o Zayn. Não era uma corrente elétrica que passava por mim, era algo muito maior. Era calor e frio, passado e presente, amor e dor de minha parte. Não, definitivamente eletricidade não tinha nada a ver com isso. 
A primeira lágrima rolou pelo meu rosto, e logo sem perceber eu estava sendo guiada por ele, sendo puxada em direção ao seu corpo. Estava sentada em seu colo, com a cabeça em seu pescoço quente, que tinha o leve cheiro de seu perfume. E foi ali, em um lugar tão conhecido por mim, que eu me pus a chorar. Podia sentir as lágrimas molhando seu pescoço, e junto a meu rosto. Ruídos sem sentindo saiam da minha garganta, mas Zayn sempre assentia, como se aquilo significasse alguma coisa pra ele.

- Eu sei... - ele sussurrou em meu ouvido, respondendo todos os meus ruídos sem sentindo. Ele sabia tudo o que eu estava sentindo, e sabia principalmente o quão apavorada eu estava.

Me separei de seu pescoço para olha-lo, é o carinho que ele fez no meu rosto fez com que eu fechasse os olhos por um breve instante. Abri meus olhos novamente quando sinto sua testa encostando na minha.

- Eu estou aqui, tá?! Se quiser chorar, conversar, gritar, ou até mesmo bater em alguém eu estou aqui pra isso. Sempre estive e não vai ser agora que vou te deixar só.

Ele me deitou na cama, ainda observando meu rosto com carinho e passando sua mão na minha cintura, como se fosse de algum jeito me proteger de todos os pesadelos. É quando consegui finalmente dormir, desta vez sem pesadelos, um sono tranquilo como os de antes.

Sinto alguém beijando toda a extensão do meu rosto : bochechas, testa, nariz repetidas vezes, e dou um pequeno sorriso tímido quando abro os olhos e me deparo do Zayn com o cabelo bagunçado enquanto da um pequeno sorriso. Ele não só cala meus pesadelos, também cala tudo que a de ruim no mundo. Ele sempre esteve aqui comigo quando eu precisei.

- Me deixa dormir. - digo me virando pro lado oposto do dele.

- Nossa, que menina preguiçosa. Anda levanta que já são dez horas. - disse gargalhando

- Você não devia estar trabalhando? - sussurro cobrindo todo o meu corpo com o cobertor.

- Hoje é domingo, e daqui a pouco os meninos vão chegar. 

Bocejei, e em seguida me levantei da cama, corri em direção ao banheiro, fiz minha higiene, e quando estou prestes a terminar de vestir a blusa ouço várias vozes conhecidas por mim.

 - Meninos...! - é tudo o que eu consegui dizer antes de Louis correr em minha direção me dando um abraço tão forte e protetor que a única coisa que eu consigo pensar e como apesar de tudo eu ainda consigo me sentir feliz.



Desculpem a demora meus anjos, é que minhas aulas começam amanhã é eu tive que resolver umas coisas pras aulas. Em fim, amo todos vocês.
xoxo 

2 comentários:

  1. cooooontinua, to dando a louca aqui aushau

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou continuar sim amor, que bom que gostou, obrigada por comentar !

      Excluir